FUNCIONÁRIOS DA SECRETARIA DE SAÚDE CONCLUEM CURSO DE MANEJO CLÍNICO DE ALEITAMENTO MATERNO

Mais de 200 funcionários da Secretaria de Saúde de Caraguatatuba concluem curso de Manejo Clínico de Aleitamento Materno
Duzentos e doze servidores das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) de Caraguatatuba receberam os certificados do curso de Manejo Clínico de Aleitamento Materno na última sexta-feira (30/08), no auditório da Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (Fundacc), no Centro. O objetivo do curso foi atualizar os profissionais de saúde em relação à avaliação da mamada, traumas mamilares, dificuldades da amamentação, com foco para a diminuição do desmame precoce, apoio às mães com dificuldades para amamentar e prevenção da mortalidade materno infantil.


#PraCegoVer: Presidente do Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba, Samara Aguilar, fala a importância da amamentação (Fotos: Divulgação/PMC ).

A cerimônia contou com a presença da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba, Samara Aguilar; da secretária adjunta de Saúde, Derci Andolfo; da secretária adjunta de Comunicação Social, Malu Baracat; da enfermeira responsável pelo Centro de Atendimento Materno Infantil e Banco de Leite Humano (CEAMI/BLH) da Secretaria da Saúde, Ana Cláudia Tripac; e da nutricionista da unidade, Lilian Gleicy Ehrlich.

A enfermeira Ana Cláudia Tripac, reconheceu o apoio da presidente do Fundo Social às iniciativas voltadas para o aleitamento materno. “Agradeço a primeira-dama Samara por sempre nos apoiar e compartilhar conosco todo o seu histórico de amamentação no município. Uma enfermeira que não amamenta arrasta uma mãe, uma mãe que amamenta arrasta e fala da importância da amamentação, arrasta 10. Vocês partilharam com a gente a experiência de vocês e levaram o que nós temos no Ciame”, destacou.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Samara Aguilar, disse que o prefeito Aguilar Junior busca a descentralização dos serviços públicos. “Não poderia ser diferente com a questão do aleitamento materno e ter hoje multiplicadores dessa ação é muito importante. Isso faz com que a gente demonstre o respeito que temos pelas pessoas nas suas mais diversas situações. O aleitamento materno é um momento de alegria. Muitas de vocês já amamentaram seus filhos e nós sabemos dos desafios e das dificuldades quando iniciamos esse processo”, revela. “A gente vê na televisão que é tão bonito quando uma criança nasce e é colocada no peito da mãe, mas isso exige uma energia muito grande para acontecer. No começo, nem sempre é fácil, a gente precisa de dedicação. Só tenho a agradecer a vocês por ter feito o curso com muito afinco. Então, façam a diferença na vida dessas famílias que estão nascendo ou crescendo”, recomendou.

As aulas ocorreram entre o 2º semestre de 2018 e o 1º semestre de 2019, nas UBS’s e na Escola de Governo da Secretaria de Administração, no Indaiá.

A enfermeira responsável pelo Centro de Atendimento Materno Infantil e Banco de Leite Humano (CEAMI/BLH) da Secretaria da Saúde, Ana Cláudia Tripac, e nutricionista da unidade, Lilian Gleicy Ehrlich, ministraram o treinamento.

A capacitação abordou tópicos relacionados à situação da amamentação, recomendações e políticas nacionais; vantagens do aleitamento materno; o papel das unidades básicas de saúde na promoção, proteção e apoio a amamentação; os dez passos para o sucesso da amamentação na Unidade Básica Amiga da Amamentação; anatomia da mama/ fisiologia da lactação/ pega e posição; ordenha, oferta de leite em copinho, translactação e relactação; composição do leite humano, problemas precoces e tardios da mama; problemas do bebê que dificultam a amamentação/ razões médicas; aceitáveis para complementação/ substituição do leite humano; e problemas ortodônticos causados por bicos, chupetas e mamadeiras, entre outros assuntos.

O Centro de Atendimento Materno Infantil e Banco de Leite Humano (CEAMI/BLH) está localizado no interior do Centro de Referência da Saúde da Mulher (Pró-Mulher), na Avenida Artur Costa Filho, 2135 – Sumaré. O telefone é o (12) 3897-3510.