SERVIDORES DA PREFEITURA DE CARAGUATATUBA CONCLUIRÃO CURSO DE LIBRAS EM DEZEMBRO

Servidores da Prefeitura de Caraguatatuba concluirão curso de Libras em dezembro
A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria da Administração, e em parceria com Instituto Federal de São Paulo (IF/SP), ministra entre os meses de agosto e dezembro um curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para 42 servidores municipais de vários setores.

#PraCegoVer Servidores da Prefeitura de Caraguatatuba recebem noções da Língua Brasileira de Sinais (Foto: Cláudio Gomes/PMC)

O curso semanal começou nessa terça-feira (06/08), na Escola de Governo, no Indaiá, e tem a carga horária de 80 horas/aula. A turma da manhã estuda das 8h50 às 12h10 e a da tarde, das 12h50 às 16h50. O término da capacitação está previsto para o dia 10 de dezembro. Para receber o certificado de conclusão de curso, o aluno terá que assistir 80% das aulas.

A Escola de Governo está localizada na Av. Goiás, 615 – Indaiá. Mais informações pelo telefone (12) 3883-9523/3883-9668, WhatsApp (12) 99775-2420 ou pelo e-mail escola.governo@caraguatatuba.sp.gov.br.

Libras

Libras é a sigla de Língua Brasileira de Sinais, um conjunto de formas gestuais utilizado por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e outras pessoas, sejam elas surdas ou ouvintes.

O Instituto Imperial de Surdos-Mudos foi fundado em 26 de setembro de 1857, no Rio de Janeiro (RJ). Mais tarde o órgão passaria a se chamar Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). O professor francês Édouard Huet, também surdo, apresentou a proposta de uma escola especializada no ensino de pessoas surdas a Dom Pedro II. A proposta foi aceita e o governo imperial designou o Marquês de Abrantes para acompanhar o processo da criação da primeira escola para surdos no país.

A partir da criação do Instituto Imperial de Surdos-Mudos, os surdos brasileiros puderam então criar a Língua Brasileira de Sinais, que se originou da Língua de Sinais Francesa e de formas de comunicação utilizadas pelos surdos de diversas regiões brasileiras.